O blog que pretende lutar contra a mais repugnante manifestação de bestialidade humana. Aqui, toureiros, forcados, ganadeiros, sádicos, pedófilos, bombistas suicidas, etc... Não são nada bem vindos. Se tourada é cultura, canibalismo é gastronomia
.posts recentes

. Touradas proibidas na Cat...

. A Tauromaquia e a Extrema...

. Uma questão de cultura - ...

. Viva la muerte

. Dalai Lama considera tour...

. EDUCAÇÃO PARA A MORTE

. Catalunha anti-taurina - ...

. Petição por Setubal anti-...

. Ainda as contradições do ...

. O bloco de Esquerda e as ...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.antitaurino
Quarta-feira, 28 de Julho de 2010
Touradas proibidas na Catalunha a partir de 1/1/2012

Um dia histórico. Estão oficialmente proibidas touradas na região Catalã, depois do parlamento local ter dado voz à maioria dos Catalães que reclamam pelo fim de uma tradição cruel e fora do nosso tempo.

 

Depois das Canárias em 1991, segue-se a Corunha e já se preparam iniciativas populares no município de Madrid.

 

Aguardamos serenamente mas convictos que esta prática macabra tem os dias contados no espaço temporal de uma geração. Lutamos e continuaremos a lutar pela abolição total de uma actividade criminosa, desumana e imoral.

 

Hoje foi um dia histórico porque vencemos. Esperamos novas vitórias em breve para que aos poucos possamos salvar alguns animais às mãos de sádicos sedentos de sangue.

 

Abram as garrafas de champanhe porque hoje ganhamos e bem... Eles (os sádicos) perderam

publicado por antitaurino às 18:20
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 25 de Abril de 2010
A Tauromaquia e a Extrema direita

 

 

Para quem tinha duvidas da ligação da Tauromaquia à extrema direita deverá consultar o sitio do "Farpas Blog" http://farpasblogue.blogspot.com/ do dia de hoje - 25 de Abril.

 

O próprio jornal encontra-se oficialmente de luto, e chama recorrentemente de traição ao dia de hoje e dia da saudade ao 24 de Abril.

 

Para animar as hostes, o seu director (actualmente a cumprir pena de prisão) vangloria-se de estar a passar o dia com um emblema de lapela do ELP (exercito de libertação de Portugal, fundado pelo antigo subdirector da PIDE Barbieri Cardoso) organização extremista e terrorista de direita conhecida por actos subversivos de vandalismo, e de pegar fogo a matas e pinhais.

 

Passo a citar...

 

Miguel Alvarenga - Vou aproveitar para reler este fim-de-semana "O Equívoco do 25 de Abril" de Sanches Osório. Levo comigo o emblema de lapela do ELP (Exército de Libertação de Portugal). Espero que não nos ofereçam cravos e que os meus companheiros não se lembrem de festejar a traição. Vou adorar, domingo, passar o 25 de Abril na prisão. Estou a preparar-me, mentalizando-me. Vai ser de gritos!

 

Os extremistas, fanáticos e terroristas encontram na tauromaquia um reduto excelente , onde se sentem " na sua própria casa".

 

Também por esta razão, é uma questão de elementar cidadania combater estes anarquistas torturadores de animais.

publicado por antitaurino às 17:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 27 de Março de 2010
Uma questão de cultura - por Leonel Moura

A cultura é o mecanismo que nos permite, enquanto espécie, evoluir para lá do lento e aleatório processo da evolução natural. A cultura é também aquilo que, a cada momento, gera o ambiente civilizacional no qual uma determinada comunidade opera. Nessa medida...

 

A cultura é o mecanismo que nos permite, enquanto espécie, evoluir para lá do lento e aleatório processo da evolução natural. A cultura é também aquilo que, a cada momento, gera o ambiente civilizacional no qual uma determinada comunidade opera. Nessa medida, estando nós globalmente na era da sociedade da informação, muitos grupos humanos continuam a viver na Idade Média ou nos primeiros tempos da modernidade. Basta pensar nos campos de refugiados, nas áreas de grande pobreza e carências de toda a espécie ou nos que vivem sob regimes de base tribal ou assentes no despotismo. E até há quem - caso de algumas remotas tribos da Amazónia -, se mantenha no muito longínquo neolítico.

Mas estes desfasamentos não sucedem só em agrupamentos humanos que, por qualquer motivo, foram marginalizados do processo histórico. No interior da era coabitam outras eras. No tempo presente coexistem tempos passados. Certos rituais, tradições e comportamentos primitivos, apesar de claramente anacrónicos, persistem nas nossas sociedades desenvolvidas. É o caso exemplar das touradas.

Só na aparência se trata de um tema polémico. Na verdade, não há nenhuma polémica, nem nada digno de debate. O assunto é claro e evidente para toda a gente. Trata-se de um ritual retrógrado que não faz qualquer sentido, nem tem nenhuma justificação, na sociedade contemporânea. Recorde-se que já D. Maria II, em meados do século XIX, decretou a sua proibição por considerar "que as corridas de touros são um divertimento bárbaro impróprio de Nações civilizadas". Pelo menos há dois séculos que as touradas são um sinal de atraso e incivilização.

Todas as pseudo discussões sobre a preservação dos touros, se estes sentem dor ou não, a importância económica da atividade, a defesa da tradição, etc., nada acrescentam ao essencial e cristalino. A tourada é um espetáculo selvagem e criminoso. Ponto final parágrafo.

Muitas outras tradições têm sido abandonadas por serem indignas da condição do homem atual. Caminhamos para o reconhecimento dos direitos dos animais. Caminhamos para uma maior consciência da partilha do planeta com outras formas de vida. Caminhamos até para um sentido de cooperação e não de exploração e extermínio das outras espécies e da própria natureza. Os anacronismos que ainda persistem combatem-se com leis civilizadoras assentes, precisamente, na evolução e consenso cultural. Ou seja, a cultura, em sentido lato e específico nas suas várias vertentes humanizadoras, tem nestes assuntos um papel decisivo. É através dela que se promove o esclarecimento, a educação e uma visão mais avançada sobre o tempo em que nos foi dado viver. A cultura não é isenta, nem irresponsável. Estamos todos implicados.

Ora essa responsabilidade não pode deixar de estar presente a nível governativo. Do Ministério da Cultura espera-se um claro empenhamento na modernização geral do País e dos cidadãos. A par do desenvolvimento das novas tecnologias e novas aptidões, com grande incidência nos planos tecnológicos e nos programas dos Ministérios da Ciência e da Economia, seria de esperar uma participação não menos ativa do Ministério da Cultura na qualificação civilizacional dos portugueses. Ora, infelizmente, não é isso que se passa. Portugal não tem tido nenhuma sorte com os sucessivos ministros da cultura.

Ao incluir uma secção especializada dedicada à tauromaquia no recém criado e pomposo Conselho Nacional da Cultura, a Ministra Gabriela Canavilhas mostra, desgraçadamente, que ainda não é desta que temos à frente do ministério alguém que já viva no século XXI. Em vez de contribuir para a evolução positiva do País, com este gesto incongruente a ministra envia sinais de atavismo e tradicionalismo que só podem reforçar ainda mais o nosso atraso.

Não cabe exigir demissões. Esta gente passa e só deixa um rasto de irrelevância. Mas fica claro que continuamos a nada poder esperar de um ministério que devia dar o exemplo e ajudar a melhorar o nível cultural dos portugueses. A cultura, a verdadeira, continuará a ser desenvolvida noutros lugares.

http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS_OPINION&id=417009

publicado por antitaurino às 17:44
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010
Viva la muerte

Só nos faltava esta: uma ministra da Cultura para quem divertir-se com o sofrimento e morte de animais é... cultura. Anote-se o seu nome, porque ele ficará nos anais das costas largas que a "cultura" tinha no século XXI em Portugal: Gabriela Canavilhas. É esse o nome que assina o ominoso despacho publicado ontem no DR criando uma "Secção de Tauromaquia" no Conselho Nacional de Cultura. Ninguém se espante se, a seguir, vier uma "Secção de Lutas de Cães" ou mesmo, quem sabe?, uma de "Mutilação Genital Feminina", outras respeitáveis tradições culturais que, como a tauromaquia, há que "dignificar".

O património arquitectónico cai aos bocados? A ministra foi ali ao lado "dignificar" as touradas. O património arqueológico degrada-se? Chove nos museus, não há pessoal, visitantes ainda menos? O teatro, o cinema, a dança, morrem à míngua? Os jovens não lêem? As artes estiolam? A ministra foi aos touros e grita "olés" e pede orelhas e sangue no Campo Pequeno. Diz-se que Canavilhas toca piano. Provavelmente também fala Francês. E houve quem tenha julgado que isso basta para se ser ministro da Cultura...

http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?content_id=1501774&opiniao=Manuel%20Ant%F3nio%20Pina

publicado por antitaurino às 21:07
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010
Dalai Lama considera touradas na Catalunha uma "prática cruel"

Ver imagem em tamanho real

 
 
 
 
 
 
 
 
O Dalai Lama considera que as touradas são uma "prática cruel", numa carta dirigida ao parlamento regional catalão, em que pede aos deputados para que apoiem uma iniciativa popular visando a proibição das corridas na Catalunha (Espanha).
 
"Penso que é mais do que evidente que as corridas de touros são uma prática cruel que inflige em público uma dor atroz a animais inocentes", declarou o chefe espiritual dos tibetanos, na carta endereçada aos deputados catalães, por intermédio de uma associação de defesa dos animais.
 
"Lanço um apelo ao parlamento da Catalunha para que vote a favor da reforma do artigo 6.2 da lei de proteção dos animais da Catalunha e para que seja abolida definitivamente a exceção que permite as corridas", acrescentou o Prémio Nobel da Paz 1989.
 
Em dezembro, o parlamento da Catalunha abriu a via a uma possível interdição das touradas, uma vitória para o movimento antitaurino, muito ativo na Catalunha, onde a tauromaquia está em declínio.

publicado por antitaurino às 21:24
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 10 de Janeiro de 2010
EDUCAÇÃO PARA A MORTE

 

(Por Manuel António Pina. In JORNAL DE NOTÍCIAS, 5 de Janeiro de 2010, http://jn.sapo.pt/Opiniao/default.aspx?content_id=1461843&opiniao=Manuel%20Ant%F3nio%20Pina)
 
A chamada Casa do Pessoal da RTP tem-se notabilizado pela sua particular vocação para espectáculos sangrentos que a própria estação, seguindo o seu não menos particular entendimento de serviço público, abundantemente promove, oferecendo com regularidade aos queridos telespectadores a "exquise" oportunidade de se divertirem como zulus assistindo à humilhação e sofrimento de animais a cargo de profissionais do género.
 
Há quem chame "arte" a isso, como há quem chame "arte" a tudo e a um par de botas, incluindo a caluniada arte da morte. Mas só gente totalmente insensível vê beleza no binómio de Newton e na Vénus de Milo e não experimenta a mínima emoção estética vendo um touro agonizar babando-se em sangue ou o cadáver de um javali gloriosamente perseguido (como sucederá na "montaria" que a Casa do Pessoal da RTP organiza no próximo fim-de-semana) por 325 heróicos e "artísticos" caçadores mais 25 matilhas de cães. Daí que a Casa do Pessoal da RTP e a RTP se empenhem na "educação para a arte" dos 74% de portugueses que não gostam de touradas (nem, se calhar, de cadáveres de animais baleados).
 
publicado por antitaurino às 21:32
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Dezembro de 2009
Catalunha anti-taurina - outra vitoria

 

Espanha: Parlamento da Catalunha aceita debater proibição de touradas
(Por LUSA. In CORREIO DO MINHO, 18 de Dezembro de 2009, http://www.correiodominho.com/noticias.php?id=19735)
 
O parlamento da Catalunha (nordeste de Espanha) aceitou hoje debater em 2010 uma Iniciativa Legislativa Popular (ILP), que recolheu mais de 180 000 assinaturas, para proibir as touradas.
 
O debate da ILP foi aprovado por 67 votos a favor, 59 contra e cinco abstenções. Esta é a primeira etapa de um processo legislativo no final do qual a Catalunha poderá ser a primeira região de Espanha, além das Ilhas Canárias, a proibir as touradas. As Canárias proibiram as touradas em 1991.
 
A ILP, apresentada pela plataforma «Prou» (Basta), reflecte a força crescente dos opositores das touradas na Catalunha. As únicas praças de touros a organizar corridas são as de Barcelona.
 
A iniciativa reclama uma revisão da lei catalã de protecção dos animais, que proibe actualmente matar ou maltratar os animais durante espectáculos públicos, à excepção das corridas de touros.
 
A sociedade catalã está pronta para a abolição das touradas e o fim da «tortura dos animais como espectáculo», consideraram os promotores da ILP, Leonard Anselmi e Ana Mula, congratulando-se pela decisão do parlamento.
 
A 06 de Abril de 2004, Barcelona passou a ser o primeiro município de Espanha a proclamar-se uma cidade antitauromáquica, através de uma declaração institucional aprovada na Câmara Municipal.
 
Os defensores das touradas alertaram para um «atentado contra as liberdades», visando o «património cultural» tauromáquico. É um «erro muito grave», a favor de uma minoria que rejeita as corridas, afirmou o criador de touros, Victorino Martin.
 
A «Mesa do Touro», plataforma que representa um sector em crise, prometeu lutar no parlamento catalão em 2010, afirmando que Espanha não pode passar sem uma actividade criadora de empregos (cerca de 40 000) e riqueza.
 
De acordo com o diário espanhol El Pais, as touradas espanholas, em dificuldades devido à crise económica, está a perder público. Em 2009, só se realizaram 900 grandes espectáculos tauromáticos em Espanha, menos 350 que em 2008.
 
O debate na Catalunha é seguido com muita atenção no sul de França, onde a tradição tauromática permanece viva. Uma centena de personalidades políticas francesas escreveram aos deputados catalães a pedir a rejeição do debate da ILP.

publicado por antitaurino às 19:52
link do post | comentar | favorito
|
Petição por Setubal anti-taurino

 

Destinatário: Câmara Municipal de Setúbal
Petição "Cultura Sim, Tourada Não"
Exm.ª Senhora Presidente da Câmara Municipal de Setúbal:
Exm.º Senhor Presidente da Assembleia Municipal de Setúbal:
 
Considerando que: (1) Setúbal deixou, há já bastante tempo, de ser uma cidade onde a tauromaquia é uma actividade regular e importante, onde apenas ocasionalmente se têm realizado Corridas de Touros; (2) a recente notícia de que a Praça de Touros Carlos Relvas será felizmente reaberta como uma Praça Cultural mas pretendendo-se lamentavelmente que nela possam continuar a ser realizadas Corridas de Touros; (3) tal facto está a ser muito contestado socialmente, nomeadamente pelos muitos setubalenses que se opõem à tauromaquia; (4) é dever dos humanos respeitar os animais, sendo de destacar que a maioria dos portugueses, de acordo com sondagens insuspeitas e investidas de cientificidade, isenção e rigor, declaram querer que as touradas sejam proibidas por lei em todo o país e que as cidades e vilas em que residem sejam declaradas cidade e vilas anti-touradas, pelos respectivos municípios, através da implementação de compromissos municipais de não-autorização da promoção e realização de touradas;
 
Os cidadãos e as cidadãs abaixo assinados vêm, no exercício cívico e político do seu direito de petição, pedir à Câmara Municipal de Setúbal e à Assembleia Municipal de Setúbal, na pessoa de V. Exas., que adopte as seguintes decisões:
 
1.ª: Declarar Setúbal uma “cidade anti-touradas”, tal como o fez a Câmara Municipal de Viana do Castelo, quando declarou esta a primeira “cidade anti-touradas” de Portugal (à semelhança do que aconteceu em mais de 65 localidades em Espanha e em tantas outras noutros países onde as touradas ainda subsistem);
 
2.ª: No âmbito da primeira decisão, exercer, até à extensão máxima do possível, o poder de decisão e influência política que aos organismos a que V. Ex.as presidem está reservado para levarem a Praça de Touros Carlos Relvas a reabrir como Praça Cultural onde não sejam admitidas quaisquer actividades tauromáquicas;
 
3.ª: No âmbito da primeira e segunda decisões, expressar a vontade institucional do Município de Setúbal de que não sejam promovidas ou realizadas quaisquer corridas de touros ou outras actividades tauromáquicas no concelho de Setúbal e decidir, nesse sentido, não conceder – em tudo o que para tal dependa de licença ou autorização do Município de Setúbal – qualquer licença ou autorização para a realização de actividades tauromáquicas no concelho de Setúbal.
Os Peticionários

 

em: http://www.peticao.com.pt/tourada-nao
publicado por antitaurino às 19:44
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Outubro de 2009
Ainda as contradições do Bloco de Esquerda

 

Depois de o Bloco ter propagandeado que o seu programa de governo, incluía uma secção que ia de encontro aos direitos dos animais e inclusive anunciando que iria ilegalizar os Rodeos, eis quando a edil e candidata do BE à câmara de Salvaterra de Magos anuncia publicamente ser aficionada de touros de morte e permite a realização de um miserável e ilegal Rodeo.

Esta inenarrável personagem, contraria alegre e impunemente as alegadas convicções do partido que a apoia, sem que ninguém com responsabilidade politicas do BE a ponha na ordem. Estas contradições e putativas preocupações com o bem estar animal por parte do BE, configuram-se-me isso mesmo. Uma macabra e original forma de aliciar ao voto, todos aqueles que consideram desumano e imoral todos os espectáculos cujo objectivo é só um: Excitar e aliviar os instintos mais primários que um ser humano pode sentir. O desejo e a satisfação em provocar a dor inútil e o sofrimento alheio.

publicado por antitaurino às 10:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009
O bloco de Esquerda e as Touradas

 

Depois de conhecidos dirigentes do Bloco se assumirem como "aficionados" , nomeadamente o mediático Daniel Oliveira, vem desde ontem a publico, uma noticia publicada no blogue Farpas, onde Francisco Louça diz que a tradição tauromáquica deve continuar.

Não oficialmente desmentida, mas numa postura habitual entre políticos desonestos, daqueles que timidamente se sentem  envergonhados e optam por declarações típicas do "não era bem isto que queria dizer", (o que mais ainda mais me faz revoltar por ousarem pensar que estão perante uma trupe de idiotas), só tenho um apelo a fazer.

Nesta matéria, e pelas aparências noutras, o Bloco de Esquerda é igual aos outros partidos e não deve merecer o voto daqueles que repudiam a violência gratuita contra animais.

publicado por antitaurino às 21:32
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009
O Diogo Palha

 

O Diogo Palha, conhecido membro destacado da facção mais à direita do CDS-PP (entretanto vencida e arrumada), troglodita, hiper-conservadora, bolorenta e salazarista, escreve hoje (com erros ortográficos, como é costume), um artigo no site tauromafioso (http://www.tauromania.pt/noticias_detail.php?typ=opiniao&aID=3843), onde explica às suas ovelhas aficionadas onde devem votar e quais os partidos que mais agradam à sua trupe.
Sendo certo que o reduto dos defensores da tortura animal se concentra muito algures entre a facção mais à direita do CDS-PP e do PNR, é fundamental perceber que este insignificante e hilariante troglodita (decerto adorador de movimentos como o Ku Klux Klan), deve ser encarado com alguma ironia pois encerra, nos ideais que prescreve e dissemina, um enorme saudosismo do passado mais negro da humanidade, cujo evoluir ético da humanidade irá com certeza trazê-lo para a galeria dos energúmenos extremistas e vencidos (ao seu nível mais pequenino, decerto, pois trata-se de raia miúda incapaz de articular um pensamento, e que só convence alguns poucos), que proclamam da forma mais estúpida e ruidosa a suposta e alegada supremacia do homo sapiens sobre os restantes animais.
È aquilo que se costuma chamar “um tonto”.
publicado por antitaurino às 21:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 5 de Setembro de 2009
Continua a demonstração de selvajaria por parte dos aficionados


Um touro "embolado" morreu afogado depois de saltar para o mar no porto de Jávea em Alicante 
Foi o que aconteceu logo depois que atearam fogo nos seus chifres.
O animal ficou agitado e pulou para o mar para extinguir o incêndio.
Aos energúmenos selvagens que atearam o animal, desejo arduamente que morram da mesma forma. Afogados!!!

 
 Fonte: Europa Press

publicado por antitaurino às 11:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Catalães pressionam parlamento para votar pelo fim das touradas

Como resultado direto de uma campanha pública na Catalunha, o Parlamento local está propenso a banir as touradas durante a votação deste mês, que irá determinar mudanças na Lei Catalã de Proteção Animal. Atualmente, todos os animais – com exceção dos touros e cavalos usados nas touradas – são protegidos pela Lei Catalã de Proteção Animal.
 

A chamada “Plataforma Prou” é formada por cidadãos espanhóis que já se cansaram da recusa do Parlamento em reconhecer seu pedido pela proibição. A Plataforma lançou uma campanha legislativa popular em favor da proibição das touradas na Catalunha e, dentro de determinado período, coletou mais de três vezes o número necessário de assinaturas para forçar uma votação no Parlamento regional.

“A WSPA está feliz por ver os cidadãos da Catalunha conseguindo uma votação sobre a questão, especialmente porque nós, em conjunto com nossas afiliadas (Nota 3), temos feito campanha pela proibição na região há muitos anos”, disse Leah Garcés, Diretora de Programas da WSPA. “A WSPA atualmente está coletando assinaturas de pessoas que se importam com a questão, em todo o mundo, em apoio à Prou, encorajando os membros do Parlamento catalão a dar esse passo progressista”, completou. (Nota 4)

Uma proibição efetiva na Catalunha não só evitaria que 100 touros ao ano fossem abatidos de forma não humanitária na arena, como também abriria caminho para que o resto da Espanha abrace a cultura sem crueldade.

O movimento antitourada tem experimentado um apoio crescente no mundo todo, sendo que nos dois últimos anos houve um aumento de municipalidades da Europa e da América Latina se declarando “cidades antitouradas”. (Nota 5) Uma proibição na Catalunha provaria que essa tendência só cresce, e que pessoas no mundo todo estão rejeitando esse arcaico espetáculo de crueldade.

 

Declínio da indústria local de touradas: fatos e estatísticas
 
  • 69 municipalidades na Catalunha se declararam contra as touradas, incluindo Barcelona
  • De acordo com o jornal espanhol “La Vanguardia”, apenas 1/5 dos assentos para assistir às touradas foi ocupado na abertura da temporada (sendo que a periodicidade dos duelos já passou a ser quinzenal, em vez de semanal, devido à baixa procura)
  • Pesquisas realizadas na Catalunha mostraram repetidamente uma falta de apoio dos catalães às touradas. Em março de 2007, uma pesquisa Gallup sobre a opinião da população a respeito das touradas revelou que 80,7% dos catalães não estavam nem um pouco interessados na atividade.

Fonte: Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA)
 

publicado por antitaurino às 11:43
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009
Neste país do "faz de conta" tudo ainda é possível

VERGONHA: Câmara Municipal de Sintra autoriza tourada em Nafarros, Sintra

 
VERGONHA: Câmara Municipal de Sintra autoriza tourada em Nafarros, Sintra, depois de, há uns meses atrás, ter estabelecido um Regulamento Municipal de Animais com base no qual touradas deixariam de se realizar no concelho de Sintra – Por favor, envie a sua mensagem personalizada de protesto

No início de Agosto, centenas de pessoas responderam a um apelo da ANIMAL, escrevendo ao Presidente e ao Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Sintra pedindo-lhes que, com base no “Regulamento de Animais de Sintra” que, em Abril passado, a Assembleia Municipal de Sintra havia aprovado, não autorizassem uma tourada que estava anunciada para decorrer no final de Agosto, na localidade sintrense de Nafarros. As pessoas que escreveram aos autarcas de Sintra salientaram que a Câmara Municipal de Sintra tinha competência para não autorizar a instalação de uma praça de touros desmontável para este efeito, além de ter fundamentos – na crueldade exercida contra os animais nas touradas – para não autorizar a dita tourada, especialmente depois de ter sido aprovado o dito regulamento – que o Vereador da Cultura da CM de Sintra anunciou com pompa e circunstância em Abril passado.

Entretanto, a Câmara Municipal de Sintra, num gesto anti-democrático e de total falta de respeito e de cordialidade, absteve-se de responder às centenas de pessoas que contactaram este organismo pedindo-lhe que aplicasse o regulamento que havia estabelecido e anunciado. Mas, pior do que isso, de acordo com a edição de ontem do “Diário de Notícias”, no artigo “Autarcas apoiam tourada contra regulamento” (http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1345403), a Câmara Municipal de Sintra autorizou a tourada de Nafarros – tourada que, tal como noticiou o sintrense “JornalOCorreio.com”, em http://www.jornalocorreio.com/modules.php?op=modload&name=PagEd&file=index&topic_id=1&page_id=3864, realizou-se, com a autorização do Município de Sintra e com o apoio da Junta de Freguesia de São Martinho, na noite de 26 de Agosto.

Esta decisão da Câmara Municipal de Sintra é simplesmente escandalosa e constitui um retrocesso tremendo, além de ter ferido de morte o chamado “Regulamento de Animais de Sintra”, que, afinal, não serve para proteger os touros e os cavalos vítimas das touradas – entre outros animais que este regulamento, afinal, não ajuda.

É tempo das cidadãs e cidadãos portugueses que se preocupam com os animais enviarem uma mensagem muito clara aos políticos de Portugal – apesar dos animais não votarem, os humanos que se preocupam com eles votam em quem os protege e penalizam eleitoralmente quem não os protege e quem os prejudica.
 
Fonte : Associação Animal
publicado por antitaurino às 21:42
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009
VITORIA - FORD ANUNCIA RETIRADA DE APOIO A SITE TAUROMAQUICO

 

Vitória: Ford EUA anuncia retirada de anúncio de site pró-tauromáquico, no seguimento de mensagens de protestos enviadas por membros e apoiantes da ANIMAL – Por favor, agradeça à Ford pela decisão tomada – A ANIMAL agradece-lhe a si por tomar posição em defesa dos animais
 
Depois da Ford Portugal se ter escusado a dar uma resposta concreta em tempo útil às centenas de pessoas que contactaram esta empresa com protestos pelo facto de estar a inserir publicidade no site pró-tauromáquico “Tauromania.pt”, deste modo apoiando um site que não só apoia e divulga a tortura de animais como também organiza touradas, a Ford EUA, a empresa-mãe da Ford, foi o seguinte destinatário das mensagens de centenas e centenas de pessoas acerca deste assunto. E, em poucos dias, a Ford EUA respondeu, positivamente, anunciando que o referido anúncio já não se encontra no referido site pró-touradas, tendo a Ford encaminhado a seguinte resposta a quem lhe escreveu:
 

Dear Customer,

 

We sincerely appreciate and thank you for the time that you have taken to write us with your feedback.  We would like you to know that we value your inputs and that your comments help reaffirm our belief in the importance of effective and appropriate advertising.

 

In this regard, we would like to inform you that Ford is no longer running its Ranger advertisement on www.tauromania.pt.

 

We regret any offense that people may have taken as a result of the ads. It has been our pleasure addressing this feedback for you.

 

Again, thank you for contacting Ford.

Sincerely,

Fonte: Associação Animal

publicado por antitaurino às 21:14
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Agosto de 2009
FORD E TOURADAS

 

 

A Ford publicita-se em sites ligados à Tauromafia. É um excelente pretexto para não se comprar qualquer veículo da marca FORD

 

Desafio a todos a manifestar o nosso repúdio na página da FORD (casa mãe) em :

 

https://secure.ford.com/footer/contact-ford/contact-us-email?contactMainTopic=SalesAdvertising

 

publicado por antitaurino às 21:19
link do post | comentar | favorito
|
Apelo Importante do Partido dos Animais

 
 
Assunto: Não à tourada, sim à cultura! - Divulgue para que a petição chegue à Assembleia da República
 
Caros Amigos
 
Convido-vos a assinarem esta petição contra a transmissão de touradas pela televisão pública - que usa o dinheiro dos contribuintes para divulgar a tortura e não a cultura - , e a favor da sua criminalização.
 
http://www.petitiononline.com/touradas/petition.html
 
Pelo bem de todos os seres sencientes, incluindo o de quem, por ignorância, os faz sofrer
 
Paulo Borges
 

www.partidopelosanimais.com

publicado por antitaurino às 20:47
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009
PNR e Movimentos Pró Taurinos

 

 

Há muito que se sabia que os amantes da tortura animal tinham como origem ideológica a extrema direita, bolorenta, xenófoba e salazarista.

 

Porém,  fui recentemente alertado para o facto de os 2 grupos pró-touradas no facebook, muitos dos seus criadores e administradores serem também membros do grupo do partido nazi/skinhead português?

 

É caso para dizer, diz-me com quem andas, dir-te-ei quem tu és....

Quem duvidar, cruze os nomes neste grupo e no grupo dos skinheads:

PNR
http://www.facebook.com/group.php?gid=59327368069#
Pró-touradas
http://www.facebook.com/group.php?gid=56458423900&ref=mf
 

publicado por antitaurino às 11:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Agosto de 2009
Camara de Marinha Grande Proibe Tourada de dia 16/08 em Vieira de Leiria

 

Câmara Municipal da Marinha Grande não autoriza tourada na Praia da Vieira de Leiria – No seguimento de pressão criada e mantida pela ANIMAL em articulação com Movimento de Marinhenses Anti-Touradas – Por favor, agradeça ao Município Marinhense pela decisão tomada
 
A tourada que esteve originalmente anunciada para o dia 19 de Julho na Praia da Vieira de Leiria, no concelho da Marinha Grande, e que tem estado a ser alvo de apelos e protestos dirigidos ao Executivo Municipal da Marinha Grande gerados e mantidos pela ANIMAL em articulação de esforços com o movimento “Marinhenses Independentes Anti-Touradas” (http://mgranti-touradas.blogspot.com/), foi finalmente não autorizada pelo Município Marinhense. Organizada pelo empresário tauromáquico João Oliveira – que tentou organizar uma tourada em Braga que a ANIMAL também levou a que não fosse autorizada pelo Município de Braga, há largos meses atrás –, a tourada da Praia da Vieira estava agora anunciada para 16 de Agosto, mas, numa decisão positiva que veio corresponder aos milhares de apelos dirigidos ao Município Marinhense por milhares e milhares de amigos dos animais, a Câmara Municipal da Marinha Grande não autorizou este evento tauromáquico, como noticia o site pró-touradas “Farpas Online”, em http://farpasblogue.blogspot.com/2009/08/camara-da-marinha-grande-proibe-corrida.html.

 

Fonte: Associação Animal

publicado por antitaurino às 12:24
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 8 de Agosto de 2009
A Miserável TVI

 

A hiper miserável estação de Queluz, ainda capitaneada pelo cínico Moniz, continua a perder audiências com a exibição de Touradas, noticia hoje o JN em http://jn.sapo.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=1329036

Mesmo assim, continuam a exibi-las...

Vai em paz Moniz e não regresses porque não deixas saudades.

 

publicado por antitaurino às 09:12
link do post | comentar | favorito
|
.free counter
free hit counter
hit counter
.pesquisar
 
.Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31
.links
.relogio
.subscrever feeds
.mais sobre mim