O blog que pretende lutar contra a mais repugnante manifestação de bestialidade humana. Aqui, toureiros, forcados, ganadeiros, sádicos, pedófilos, bombistas suicidas, etc... Não são nada bem vindos. Se tourada é cultura, canibalismo é gastronomia
.posts recentes

. Touradas proibidas na Cat...

. A Tauromaquia e a Extrema...

. Uma questão de cultura - ...

. Viva la muerte

. Dalai Lama considera tour...

. EDUCAÇÃO PARA A MORTE

. Catalunha anti-taurina - ...

. Petição por Setubal anti-...

. Ainda as contradições do ...

. O bloco de Esquerda e as ...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.antitaurino
Quinta-feira, 18 de Junho de 2009
Um apelo vindo dos Açores - de José Soares

 

Caros Amigos,
 
Seguindo a estratégia de educar para a aceitação das touradas e para a banalização do sofrimento animal o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, anuncia uma tourada à corda que vai manchar uma tradição única, as Cavalhadas de São Pedro que se realizam no próximo dia 29 de Junho
Está em causa a introdução de touradas numa ilha onde não são tradição e o uso de dinheiros públicos. Assim, apela-se  a que todos enviem mails de protesto, mandando uma cópia para acoresmelhores@gmail.com.
Contacto da Câmara Municipal da Ribeira Grande: geralcmrg@cm-ribeiragrande.pt
 
Contacto da Assembleia Municipal da Ribeira Grande: rosameneses@cm-ribeiragrande.pt
 
José Soares
 
Cavalhadas infantis vão voltar às ruas
Regional | 2009-06-17 18:32
Embora perdido no tempo, reza a história que as Cavalhadas infantis já foram um quadro visto em tempos pelas ruas da freguesia da Ribeira Seca da Ribeira Grande. Por essa razão, a edilidade nortenha e a comissão de festas daquela localidade estão empenhadas em resgatar essa tradição.
Na edição deste ano das festas da cidade (que incluem as festividades em honra de São Pedro) perto de meia centena de crianças, devidamente trajadas e montadas em cavalos de madeira, deverão trazer um colorido diferente às já tradicionais Cavalhadas de São Pedro, no feriado municipal de 29 de Junho.

Ainda no que respeita às festas na Ribeira Seca, outra das novidades prende-se com o número de marchas que irão participar no desfile.
 
Orlando Casanova da comissão de festas diz contar com 13 marchas, sendo que apenas quatro delas vêm de outros concelhos.

De fora, vêm os ingredientes para uma atracção inédita nas festividades da Ribeira Seca: uma tourada  à corda. Toiros, capinhas e até o ganadeiro viajam da Terceira até São Miguel para, segundo a comissão, proporcionar um “entretenimento diferente”. E ainda que esta não seja uma tradição destas festas, a organização mostra-se convicta no potencial deste evento enquanto “chamariz” de público.

Esta quarta-feira, na conferência de imprensa promovida pela Câmara Municipal da Ribeira Grande para divulgar o programa das Festas do Concelho deste ano, ficou-se ainda a saber que o grande atractivo musical deste ano será o  conceituado cantor português João Pedro Pais que irá actuar no dia 4 de Julho no Passeio Atlântico. Ainda no domínio musical, de destacar, por exemplo, o III Concurso de Música Moderna 2009,  e um espectáculo musical a cargo dos vencedores do Concurso Novos Talentos do bar “Ala Bote”.

O programa festivo conta ainda com duas estreias em matéria de entretenimento. Uma delas é a primeira edição do “Ribeira Grande Classic Rally de Regularidade 2009”, que promete reunir o melhor do automobilismo clássico de São Miguel, sendo a outra, a I Mostra Gastronómica e de Artesanato da Ribeira Grande.

Como vem sendo hábito, a sessão solene comemorativa dos 28 anos de cidade, a ter lugar no Teatro Ribeiragrandense no dia 29 de Junho, vai contar com a atribuição de várias medalhas de Mérito Municipal. Este ano, os galardoados são Onésimo Teotónio de Almeida, Armindo Melo Moreira da Silva, Aurélio Botelho Couto, a Associação Agrícola de São Miguel e a Casa do Povo de Rabo de Peixe.

Quanto aos custos, atendendo ao actual período de contracção financeira, o edil diz ter preferido recorrer à “prata da casa”, não entrando “em valores  financeiros exorbitantes que pudessem pôr em causa alguns dos compromissos autarquia. Ricardo Silva adiantou que as festas deverão custar à volta de 100 mil euros.
 
 
publicado por antitaurino às 20:45
link do post | comentar | favorito
|
.free counter
free hit counter
hit counter
.pesquisar
 
.Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31
.links
.relogio
.subscrever feeds
.mais sobre mim