O blog que pretende lutar contra a mais repugnante manifestação de bestialidade humana. Aqui, toureiros, forcados, ganadeiros, sádicos, pedófilos, bombistas suicidas, etc... Não são nada bem vindos. Se tourada é cultura, canibalismo é gastronomia
.posts recentes

. Touradas proibidas na Cat...

. A Tauromaquia e a Extrema...

. Uma questão de cultura - ...

. Viva la muerte

. Dalai Lama considera tour...

. EDUCAÇÃO PARA A MORTE

. Catalunha anti-taurina - ...

. Petição por Setubal anti-...

. Ainda as contradições do ...

. O bloco de Esquerda e as ...

.arquivos

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.antitaurino
Sábado, 5 de Setembro de 2009
Catalães pressionam parlamento para votar pelo fim das touradas

Como resultado direto de uma campanha pública na Catalunha, o Parlamento local está propenso a banir as touradas durante a votação deste mês, que irá determinar mudanças na Lei Catalã de Proteção Animal. Atualmente, todos os animais – com exceção dos touros e cavalos usados nas touradas – são protegidos pela Lei Catalã de Proteção Animal.
 

A chamada “Plataforma Prou” é formada por cidadãos espanhóis que já se cansaram da recusa do Parlamento em reconhecer seu pedido pela proibição. A Plataforma lançou uma campanha legislativa popular em favor da proibição das touradas na Catalunha e, dentro de determinado período, coletou mais de três vezes o número necessário de assinaturas para forçar uma votação no Parlamento regional.

“A WSPA está feliz por ver os cidadãos da Catalunha conseguindo uma votação sobre a questão, especialmente porque nós, em conjunto com nossas afiliadas (Nota 3), temos feito campanha pela proibição na região há muitos anos”, disse Leah Garcés, Diretora de Programas da WSPA. “A WSPA atualmente está coletando assinaturas de pessoas que se importam com a questão, em todo o mundo, em apoio à Prou, encorajando os membros do Parlamento catalão a dar esse passo progressista”, completou. (Nota 4)

Uma proibição efetiva na Catalunha não só evitaria que 100 touros ao ano fossem abatidos de forma não humanitária na arena, como também abriria caminho para que o resto da Espanha abrace a cultura sem crueldade.

O movimento antitourada tem experimentado um apoio crescente no mundo todo, sendo que nos dois últimos anos houve um aumento de municipalidades da Europa e da América Latina se declarando “cidades antitouradas”. (Nota 5) Uma proibição na Catalunha provaria que essa tendência só cresce, e que pessoas no mundo todo estão rejeitando esse arcaico espetáculo de crueldade.

 

Declínio da indústria local de touradas: fatos e estatísticas
 
  • 69 municipalidades na Catalunha se declararam contra as touradas, incluindo Barcelona
  • De acordo com o jornal espanhol “La Vanguardia”, apenas 1/5 dos assentos para assistir às touradas foi ocupado na abertura da temporada (sendo que a periodicidade dos duelos já passou a ser quinzenal, em vez de semanal, devido à baixa procura)
  • Pesquisas realizadas na Catalunha mostraram repetidamente uma falta de apoio dos catalães às touradas. Em março de 2007, uma pesquisa Gallup sobre a opinião da população a respeito das touradas revelou que 80,7% dos catalães não estavam nem um pouco interessados na atividade.

Fonte: Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA)
 

publicado por antitaurino às 11:43
link do post | comentar | favorito
|
.free counter
free hit counter
hit counter
.pesquisar
 
.Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31
.links
.relogio
.subscrever feeds
.mais sobre mim